Como Garantir a Segurança da Informação no Regime Home Office

Home > Sem categoria  > Como Garantir a Segurança da Informação no Regime Home Office

Nos últimos anos, o número de empresas que optam pelo regime de trabalho home office vem crescendo visivelmente. Ao contrário do que uma tradução literal possa sugerir, o trabalho home office não significa trabalhar em casa, mas, na realidade, diz respeito às atividades laborais que são exercidas em um espaço diferente do escritório. Ou seja, o funcionário pode trabalhar tanto na própria residência quanto em um café, por exemplo.

É claro que nem todas as profissões permitem que as empresas e seus funcionários adotem o regime, mas, seja qual for a atividade desenvolvida, uma das preocupações que as empresas devem ter quando decidem colocar em prática um plano de trabalho que envolva funcionários acessando dados – muitas vezes sigilosos – em locais remotos, é em relação a segurança das informações que circulam quando o regime home office é utilizado.

Como garantir a segurança da informação das empresas no regime home office

As informações que circulam em uma empresa nem sempre são relacionadas exclusivamente aos negócios desenvolvidos naquele local, mas tem ligação também com os dados dos clientes e do mercado, informações sigilosas que devem ser mantidas em segurança, sem que haja possibilidade de vazamentos.

Para preservar a segurança das informações no regime home office, as empresas devem estabelecer quais são as informações críticas que circulam entre os funcionários e que precisam ser preservadas para, assim, escolher as melhores alternativas de segurança. Entre as medidas que podem ser adotadas com o objetivo de garantir que o trabalho em home office não ofereça riscos para as empresas, podemos citar como exemplo:

  • Criptografia dos dados
  • Firewall/proxy para barrar o acesso
  • Controle dos dispositivos utilizados remotamente
  • Proteção contra códigos maliciosos
  • Conexões seguras
  • Conscientização dos empregados

É importante que as empresas que oferecem aos seus funcionários a oportunidade de atuarem em um regime de trabalho mais flexível, como muitas vezes é o caso do “trabalho em casa”, conheçam as alternativas de como garantir a segurança da informação. Acompanhe mais sobre as opções de segurança!

Impeça que os dados sejam identificados clandestinamente com o uso da criptografia

A criptografia é umas das opções de segurança da informação que podem ser utilizadas para assegurar a proteção dos dados das empresas que possuem funcionários em home office. No processo de criptografia, um código é dividido em duas partes distintas, sendo uma delas pública (repassada entre quem se comunica) e outra privada (que é exclusiva de quem recebe a mensagem). No caso de tentativa de interceptar o acesso, os códigos se embaralham, o que acaba impedindo que sejam decifrados.

Utilize firewall/proxy para criar uma barreira ao acesso dos dados

O firewall ou proxy, por sua vez, cria uma espécie de barreira que impede o acesso a dados específicos e pré-determinados. Esse tipo de estratégia de segurança da informação controla os dados realizando a sua transferência pela internet para outros dispositivos, evitando que informações sigilosas sejam acessadas e divulgadas. A utilização do firewall permite o estabelecimento de um sistema onde o acesso dos funcionários a determinadas informações pode ser controlado.

Controle os dispositivos de acesso dos funcionários

Outra opção para que os acessos dos funcionários em regime home office aos sistemas, dados e informações das empresas sejam realizados de maneira segura é assegurar que os dispositivos utilizados pelos funcionários oferecem um sistema operacional seguro, original e atualizado, além de programas de segurança confiáveis. É preciso evitar que os funcionários acessem os sistemas da empresa utilizando computadores pessoais, que não possuem os sistemas de segurança adequados para evitar vazamento e compartilhamento de dados.

Proteja os dispositivos contra códigos maliciosos

O controle dos dispositivos de acesso está relacionado diretamente à proteção contra códigos maliciosos, que ocorre quando estão instalados nos computadores, tablets e smartphones sistemas de proteção para que códigos maliciosos sejam detectados precocemente, evitando ataque e acessos clandestinos às informações que circulam por esses equipamentos que utilizam redes de internet.

Estabeleça conexões seguras e controladas

Uma das tecnologias que pode garantir a segurança das informações,dados e sistemas de uma empresa acessados de forma remota é a VNP (Virtual Private Network). Essa tecnologia permite a conexão de um ou mais computadores a uma rede privada, utilizando a internet, e um aplicativo fica responsável por estabelecer a conexão entre o computador e sistema operacional da empresa. O funcionário utiliza o aplicativo para obter uma autenticação por meio de um nome de usuário e senha, que criam um canal criptografado entre o equipamento e a rede.

Conscientize os funcionários sobre a importância dos dados acessados

Além de todas as opções de segurança que envolvem sistemas, programas e tecnologias para evitar e prevenir o vazamento das informações e o ataque indevido à rede das empresas, a conscientização dos empregados sobre as suas responsabilidades em relação à segurança das informações e dados que eles acessam é fundamental para evitar situações de quebra de sigilo.

Uma forma de conscientizar os empregados é a criação de um documento que lista todas as obrigações e responsabilidades dos funcionários em relação aos programas e tecnologias corporativas dos quais fazem uso de forma remota. Esse tipo de política dá aos funcionários conhecimento suficiente para que eles entendam as consequências de suas ações quando acessam as informações de suas empresas.

Tecnologias são importantes, mas as atitudes são fundamentais

A segurança da informação é um tema que, além dos sistemas e programas de segurança da informação para evitar o vazamento e acesso inadequado dos dados sigilosos mantidos pelas empresas que adotam o regime de trabalho home office, exige que os funcionários tenham em mente a importância que essas informações possuem para as empresas e possivelmente para os clientes.

É muito comum que os trabalhadores assinem documentos que alertam sobre as informações sigilosas que poderão ser acessadas por eles e sobre as possíveis consequências – inclusive no âmbito criminal – que esses funcionários podem sofrer caso não adotem as medidas de segurança adequadas para garantir que as informações de uma determinada empresa circulem apenas no ambiente determinado pelos supervisores.

Vale ressaltar que as empresas que já possuem funcionários em home office, ou que estão projetando implementar esse regime de trabalho, podem obter auxílio de empresas de tecnologia especializadas, para indicar as opções de segurança da informação mais adequadas para cada segmento de negócio, tipo de informações e dados de caráter sigilosos.